Follow us on social

Angola Empreende

 

Marketplace Angola

Marketplace Portugal

Educação

Email
geral@angolaempreende.com

País

Angola

Redes Sociais

1-1 com Inês Melina

Inês Melina é uma talentosa artista plástica e designer Angolana.  Nascida aos 12 de Dezembro de 1995 na província do Huambo, e se deslocou para Luanda com a sua família, ainda em tenra idade.

A Inês Melina já fez vários trabalhos de design para vários grupos e entidades Angolanas, grandes e pequenas nelas inclusas mas não se limitam à: as bebidas Angolanas Top, Savana, Eka e a marca Oluchi.

Quando é que surge o seu interesse para a arte? Como?
O interesse pela arte surgiu em 2011 por influência de pessoas muito próximas a mim que sempre tiveram contacto com a arte, desde então passei a desenvolver e nunca mais parei.

Quando começou a desenhar?
Comecei a rabiscar em 2011, mas desenhar a sério foi por volta de 2014 quando entrei em um curso de Artes Visuais na 11 classe, em Lisboa.

Ao longo da sua caminhada, encontrou dificuldades/obstáculos?
Sim, como todo artista. Mas essas dificuldades é que tornam o nosso percurso interessante.

• Pode dar alguns exemplos?
Eu não tenho dom, não nasci a desenhar então a primeira e constante dificuldade é conseguir fazer coisas que agradem os meus olhos e os dos demais. E as outras coisas fazem parte da vida, encaro sempre como desafios e não propriamente obstáculos.

• Quanto tempo passou a treinar até julgar que aprimorou as suas habilidades?
Eu sou uma pessoa muito aventureira, jogo-me sempre para desafios porque gosto de testar-me e ver até aonde sou capaz de chegar. No processo de 2011 até 2014 foi aprendizado das bases, mas entreguei-me totalmente as artes em 2015 foi aí que vi que já podia partilhar a minha arte com as pessoas.

• Quanto tempo levou até que as pessoas começassem a reconhecer o seu trabalho?
Sempre fui uma pessoa muito comunicativa, isso ajudou-me muito e continua a ajudar. Não dei essa fase como concluída porque quero conquistar novos corações a cada dia.

• De todos os trabalhos que já fez, qual é o seu trabalho preferido?
Aí aí ! Não gosto da palavra “preferida” porque acho injusta, cada trabalho é um pedaço de mim, então fica muito complicado escolher apenas um.

• Pretende fazer carreira da arte ou é apenas um hobby para si?
A arte faz parte de mim, eu nasci para a arte. Isso nunca será um hobby, sempre será a minha vida.

• Quando decide que é a altura ideal para começar a vender os seus serviços?
Na verdade não fui eu que decidi, as pessoas é que começaram a pedir.

• Qual foi o seu primeiro trabalho pago?
Foram os quadros da minha primeira exposição.

ÁFRICA COSTUMO TE OUVIR

Em 2015, no dia 22 do mês de Dezembro em Luanda, no Espaço Bahia, a Inês realizou a sua primeira exposição individual com o tema de “África: Costumo te Ouvir”.

A Exposição África Costumo te Ouvir  teve como objectivo mostrar às pessoas que África não é apenas pobreza e miséria, mas também um continente carregado de história, monumentos e gente inspiradora que se enche de muita força, persistência, determinação e coragem para alcançar as suas próprias metas.  Desde as riquezas naturais até ao capital humano, África tem voz e o mundo precisa parar para escutar.

• Como e quando decidiu organizar a exposição África Costumo te Ouvir?
Tudo começou numa conversa descontraída em minha casa com a minha família em 2015, quando ocorria o lançamento do livro Metamorfose de Rosa Soares. A Rosa pediu-me para fazer 2 quadros que representassem duas passagens do livro dela, foi quando a minha família encorajou-me a fazer a minha própria exposição e como já disse desafios são comigo mesmo, não pestanejei e mergulhei.

A Exposição foi um evento muito bem elaborado. Contou com música ao vivo, quadros a representar e homenagear cada uma das 18 províncias de Angola, apresentação dos mesmos feita por pessoas pintadas de acordo às respectivas obras, oração de Rosa Soares. O músico Phathar Mak,  o humorista Calado Show,  e a Cantora Selda também fizeram parte da exposição  entre muitas outras coisas.

• Quão difícil foi orquestrar este evento e como conseguiu realizar-lo?
Na verdade não foi assim tão difícil orquestrar o evento, porque já tinha experiência de como fazer. Trabalhei na equipa de impressa da cantora Selda durante 2/3 anos e foi aí onde adquiri os meus primeiros ensinamentos nessa área de organização. Quem tem amigos tem tudo, e os meus foram essenciais para a realização do mesmo.

A Exposição contou também com um leilão pelos quadros de Inês Melina, os preços variaram e o quadro mais caro foi o da província do Namibe no valor de 135 mil Kwanzas.

• Como foi ver o seu trabalho a ser tão valorizado por tantas pessoas?
Wowwww ! Foi incrível, uma sensação inexplicável. Simplesmente memorável.

• O que sentiu após ter realizado o evento?
Não consigo descrever o sentimento, mas foi definitivamente quando percebi que não podia viver sem a arte.

O NOSSO NATAL

Um Livro infantil para colorir da autora Rosa Soares com ilustrações de Inês Melina.
Dirigido para o público infantil, o livro conta a estória dos gémeos Kiesse e Kiamy; Eles embarcam numa incrível aventura de Natal onde aprendem que o amor, a honestidade e a solidariedade devem ser praticados no dia-a-dia e não apenas na época natalícia.

• Como surge a oportunidade para fazer parte deste livro?
A Rosa é uma amiga muito querida e tenho
uma grande estima por ela. Eu não pretendia fazer nada no ano em que o livro foi lançado, mas a Rosa como uma óptima amiga não deixou-me ficar 1 ano sem apresentar um trabalho em Angola. Como era fase de Natal surgiu a ideia de fazermos um livro infantil relacionado ao Natal que junta-se a minha parte de designer gráfica com a parte de escritora da Rosa. E assim o fizemos !

• Qual foi a sua primeira reacção à proposta, já tinha feito algo do género?
Reagi super bem, eu estou sempre aberta a desafios. Foi a primeira fez a cuidar da parte toda gráfica de um livro, desde a diagramação à capa.

• Quanto tempo levou para fazer as ilustrações presentes no livro? Foi muito difícil?
Levei cerca de 2 meses para finalizar a parte gráfica toda. Não foi difícil porque já tinha realizado trabalhos do género na universidade.

PROJECTO MUARTE

Que tem como CEO E FUNDADORA, Inês Melina, é um projecto de Mulheres e Arte.

• Como e quando surgiu a ideia para formar o grupo MuArte?
A ideia surgiu quando numa conversa com um amigo, foi-me aconselhado a fazer história e criar um conceito, mas não sozinha, mas sim unindo-me a artistas de diferentes áreas que dalguma forma tivessem a mesma energia que eu e dessa forma tive a ideia em criar um grupo de Arte só com mulheres com o objetivo de engrandecer a arte angolana sob uma visão artística feminina.

 

• Qual foi o processo de escolha para decidir quem integraria o grupo?
A primeira coisa que procurei foi a determinação e a força de vontade que as artistas tinham nelas para alcançarem os seus objectivos pessoais, porque como uma vez o John Maxwell disse “talento não é tudo”, é algo que pode ser desenvolvido.

• Como tem sido a recepção do público ao grupo?
A recepção tem sido fantástica, sinceramente não contávamos que seria dessa forma, o que tem nos mostrado que a cada dia que passa a arte em Angola tem sido mais valorizada.

• O Projecto MuArte Já realizou algum evento como grupo?
Sim, variados. Desde o primeiro dia que foi apresentado as pessoas.

• Onde vê a Inês Melina no futuro, como pessoa e como artista?
Como artista acredito que ainda tenho muito que crescer sendo uma pessoa muito pratica, continuarei a lutar para conseguir pisar em vários palcos do mundo. Como pessoa quero poder me tornar na minha melhor versão e nunca parar de aprender.

• Tem projectos e eventos pelos quais podemos esperar?
Sim, tenho projectos pelos quais podem esperar. Tendo em conta que em Dezembro realizarei a minha segunda exposição a solo, brevemente receberão o material da publicidade.

• Um conselho para quem quer começar a desenhar ou mesmo para iniciantes?

“Mergulhem, Atrevam-se e Realizem. Porque ninguém conhece os vossos sonhos melhor do que vocês mesmo.

— Inês Melina

 

Esperamos que tenha gostado. Muito obrigado à Inês pelo seu tempo, aguardamos assim ansiosamente notícias da sua próxima exposição.

Até a próxima!

Pode acompanhar os trabalhos ou entrar em contacto com a Inês Melina a partir de:

E-mail: inesmelina@live.com.pt
Instagram: inesmelina_arts
Telefones: +351 963 901 441 /PT)
/ ‭+244 936 710 390 (Angola) ‬
/ ‭+27 (60) 561-3983 (África do Sul)

Pode acompanhar os trabalhos da MuArte em:

Angola Empreende: MuArte
Facebook: Projecto MuArte
Instagram: Projecto.MuArte
Twitter: ‎@ProjectoMuArte

Deixe uma resposta